Palavra Pastoral

 A JANELA

black,and,white,death,flower,window-ff05fa99b205dc728ad457665c4328c1_h

Um casal, recém-casados, mudou-se para um bairro muito tranqüilo. Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher reparou através da janela em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido:

– Que lençóis sujos ela está pendurando no varal!
– Está precisando de um sabão novo, Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!

O marido observou calado.
Alguns dias depois, novamente, durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e a mulher comentou com o marido:

– Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que a ensine a lavar as roupas!

E assim, a cada dois ou três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.
Passado um mês a mulher se surpreendeu ao ver os lençóis muito brancos sendo estendidos e empolgada foi dizer ao marido:

– Veja, ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha ensinou? Porque eu não fiz nada.

O marido calmamente respondeu:

– Não, hoje eu levantei mais cedo e lavai os vidros da nossa janela!

E assim é: tudo depende da janela, através da qual observamos os fatos. Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir; verifique seus próprios defeitos e limitações.
Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmos.
Só assim poderemos ter real noção do real valor do nosso amigo.

Lave sua vidraça. Abra sua janela.
Nós somos preciosos aos olhos de Deus.

Que Ele nos abençoe.
Rev. Carlos Rios.
Rev. Carlos Rios

Palavra Pastoral

ERA RICO E NÃO SABIA!

era rico e nao sabia

Um homem descontente com a sorte queixava-se de Deus:
– Deus dá aos outros as riquezas, e a mim não dá coisa alguma. Como é que posso ser feliz nesta vida, sem possuir nada?
Um companheiro seu, ao ouviu estas palavras, perguntou-lhe:
– Acaso você é tão pobre quanto diz? Deus não lhe deu, porventura, saúde e mocidade?
– Não digo que não, até me orgulho bastante da minha força e da minha juventude.
– Trocaria sua saúde e sua mocidade por dinheiro?
– Não!

 O homem, então, pegou na sua mão direita e lhe perguntou:
– Você venderia sua mão direita, deixaria que a cortassem por um bom dinheiro?
– Não, de jeito nenhum!
– E a esquerda?
– De jeito nenhum!
– E seus olhos, você os venderia, ficaria cego pelo resto da vida por uma “bolada”?
– Não daria nem um olho por dinheiro!
– Veja – observou o velho – quanta riqueza Deus lhe deu e você ainda se queixa?

“Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, mas sim o Espírito que provém de Deus, a fim de compreendermos as coisas que nos foram dadas gratuitamente por Deus.”
(I Coríntios 2.12)

Que tipo de riqueza estamos procurando?

 Nós somos preciosos aos olhos de Deus.

 No amor de Cristo, Rev. Carlos Rios
Rev. Carlos Rios

Palavra Pastoral

Buscando Milagres

milagres

“Quando já ia chegando à descida do Monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos, regozijando-se, começou a louvar a Deus em alta voz, por todos os milagres que tinha visto” (Lucas 19:37).

Perguntaram a um índio no Arizona como era seu relacionamento com Deus e, especialmente, o que sentia quando orava. A sua resposta foi: “Quando oro, sinto como se minha vida fosse um pequeno fosso de irrigação sendo levado a um rio poderoso.” E quando, em oração, eu percebo que estou bem próximo de Deus, parece que a água daquele rio vem ao meu encontro e se derrama sobre mim, inundando todo meu ser, nesse instante, eu sinto bem forte o poder e a presença de Deus.

O que temos sentido quando buscamos a presença de Deus? E  oque temos sentido quando não lembramos de procurá-Lo?  Temos tido experiências marcantes em nossa vida de oração, podendo testemunhar que a oração é a alavanca que move os milagres do Senhor ou continuamos incrédulos e frios exatamente porque não nos movemos em direção Àquele que pode fazer grandes maravilhas?

Eu me lembro dos meus tempos de juventude quando na escola aprendia sobre Jeca Tatu. Ele vivia dizendo que a sua terra não produzia nada e passava horas deitado em sua rede.  Ao ser perguntado sobre o que plantava, respondia que não plantava nada. É claro que a terra não poderia produzir coisa alguma! Na vida espiritual acontecem coisas semelhantes.  Muitos não creem nos milagres do Senhor e nem nas respostas às orações. Mas como poderão saber se Jesus atende as orações e opera milagres se jamais o buscam e nunca separam um tempo para falar com Ele?

Você quer saber se Jesus pode ajudar-lhe a realizar seus sonhos e operar os milagres de que necessita?

Pare um pouco de correr e fale com Ele em oração. Ele está esperando por você.

 Nunca esqueça: Sua vida é preciosa para Deus!

Que o Deus trino, Pai, Filho e Espírito Santo nos abençoem sempre. Amém!

Rev. Carlos Rios
Rev. Carlos Rios